15 de outubro de 2017

because in my dreams we are still together

A intenção era ir ao Festival da Sapateira, em Santa Cruz. Decidido à última da hora e com nada planeado, cheguei a esta terra à beira mar plantada - uma plantação daquelas rebeldes mas perfeitas. Distraí-me com o que encontrei muito facilmente e a intenção perdeu-se algures entre uma varanda com uma vista perfeita e umas ondas que me assustaram pela violência, rapidez e grandeza. Não pensei em mais nada. Perdi-me com o que os meus olhos estavam a ver. Dei uma volta grande pela praia, apaixonei-me pelos bancos às riscas com vista para o mar e subi até um dos pontos mais altos para apreciar por completo o que Santa Cruz oferece. Pelo meio, encontrei a tal varanda que já falei e que vêem logo na primeira foto. Senti que estava num sonho daqueles meio distorcidos onde tudo é perfeito, e, de repente, lembrei-me de uma das cenas do meu filme preferido, o Inception - onde um dos refúgios da personagem principal é uma praia perfeita. 

O nevoeiro chegou rápido e não vi um pôr do sol muito nítido - ainda assim, consegui ver o dia a morrer por entre as nuvens, que, no entretanto, deixam alguns raios de sol mais fracos passar. Ficou a promessa de lá voltar para ver um fim do dia limpo. 


Sem comentários: