28 de junho de 2016

eating soft ice cream, coney Island queen



Acredito que uns saltos altos podem fazer a diferença no armário de uma mulher e a prova é esta. Num look que poderia ser totalmente diferente se tivesse optado por usar ténis, decidi variar um pouco. A verdade é que foram os sapatos que tornaram o look mais feminino e lhe deram uma vibe mais fashion e não tanto desportiva e casual.
 Estou a usar algumas das minhas peças preferidas na minha cidade preferida. Lisboa tem sítios perfeitos para fotografar e achar um bom sítio não é complicado - aliás, é difícil de escolher, até! Confesso que subir a encosta do castelo com estes saltos não é complicado. A calçada escorregadia não ajuda. Porém, quem corre por gosto não cansa! 

O que acham das fotografias e do look? Espero que gostem! 




26 de junho de 2016

I know a way to make gold by mixing our souls to escape reality

Já estava para ir ao Café da Garagem há uma imensidão de tempo e finalmente ganhei coragem para subir a encosta do castelo de São Jorge para conhecer esta pérola escondida. Com uma vista fantástica sobre uma parte da capital, o Café da Garagem pertence ao Teatro da Garagem e está decorado com objetos e referências teatrais. O ambiente é bastante angelical, numa mistura de estilos apaixonante no que toca à decoração - e mistura de diferentes cadeiras também, um conceito que acho bastante engraçado. Com portas a fazer de mesas, citações espalhadas pelas paredes e grandes janelas dignas de um filme, é um espaço ideal para relaxar ou até mesmo estudar. Para tornar tudo ainda mais perfeito, o que se ouve aqui? Jazz


Espero que tenham gostado da minha visão do espaço. Já conheciam?

23 de junho de 2016

TOP THREE SKIN CARE

Como sabem, o cuidado de rosto é bastante importante e é algo a que estou sempre atenta. Hidratar a pele e desmaquilhar-me são passos essenciais e que não dispenso. Como tal, tenho 3 produtos, neste momento, que são os meus preferidos no que toca a deixar a minha pele saudável! Costumo experimentar vários e vou variando o que uso de acordo com o que a minha pele precisa ou até mesmo as estações - neste momento uso, principalmente, os que vêem acima.


Lierac Demaquillant Douceur 


Uso vários desmaquilhantes mas este está, sem dúvida, nos meus preferidos. Uso principalmente para tirar a maquilhagem na zona dos olhos, onde prefiro um produto mais suave para limpar um sítio sensível. Tem um cheiro maravilhoso e deixa a pele com um acabamento liso e tonificado.


Kiko Purifying Mask 


Como comprei esta máscara em saldo e a um preço bastante acessível confesso que as minhas expectativas não eram enormes. Porém, estava enganada! Após aplicada deve ficar na pele durante cerca de dez minutos e coloco-a sempre antes ou durante o banho. Deixa a pele mais claramente mais limpa, o que fez com que fosse um dos meus must have.


Shisheido Softening Concentrate 


E como não dispenso hidratar a pele, este é um dos cremes que uso após fazer limpeza. Este é, sem dúvida, o meu tipo de creme preferido pois apesar de deixar a pele fresca seca bastante rápido, dando um efeito mate bem como hidratado no final sem que fique peganhento.

São estes os três produtos que mais uso no dia a dia de limpeza de pele. Claro que vou intercalando com outros, adaptando o uso à necessidade da minha pele.

Conhecem algum destes produtos? Quais são os produtos que usam? Contem-me tudo!

16 de junho de 2016

but sure as the world keeps the moon in the sky


Shirt (c/o) - HERE, Jeans - Missimini, Sneaker - Stradivarius, Sunglasses (c/o) - HERE

Há dias assim. Em que visto calças quando no fundo quero vê-las bem longe, em que me contradigo e procuro uma resposta no inesperado.  Apeteceu-me simplicidade. Apeteceu-me o estado puro das coisas. Uma inocência aplicada à vida e ao que me rodeia. Contraditório, visto estar rodeada por construções que me engolem facilmente no espaço. A verdade é que, no meio de toda uma vida citadina, procuro o ser humano no seu estado original - uma busca inconclusiva. E imagino-me, tal como me vêem nas fotografias, a anular todos os barulhos que não pertencem à natureza. Talvez seja o efeito de um look inspirado nos tempos de antigamente.