14 de fevereiro de 2016

create and expand love

Neste dia não quero celebrar o amor figurado num casal. Quero celebrar o amor que ainda há no mundo.
Dou por mim, muitas vezes, a pensar no mundo no seu aspeto original - penso também no ser humano original. O que será que surgiu primeiro? O ódio ou o amor? Não sei o que as teorias defendem mas o meu cérebro acredita que foi amor e que no início o mundo era diferente. Custa-me acreditar que há valores que se perdem e dão lugar a outros e talvez a evolução humana se baseie nisso. O ser humano foi criado para partilhar amor e amar, e, no entanto, há coisas que interferem neste objetivo e deturpam o mundo. Somos uma alma que nasce com nada. Com nada na conta bancária. Sem bens materiais. Sem um telemóvel que nos suga para longe do presente real e momentâneo. Somos uma alma a nu que irá morrer de igual forma. Com nada. Nascemos, fazemos o melhor que sabemos - por vezes sem perceber o porquê de cá estarmos - e depois o tempo acaba.

Neste dia queria ter um número. Queria ter um número de pessoas que pensassem igual a mim e que fizessem o amor viver na sua forma original. Há quem diga que quanto menos vida uma coisa tem maior é o seu valor. Hoje quero inverter os papéis. Dar mais vida, dar mais valor.

12 comentários:

Deixa aqui o teu comentário, opinião, ou pergunta! Para obteres respostas mais rápidas envia um email para the-heaven-rose@hotmail.com ♡