16 de novembro de 2017

stop running after the waves, let the sea come to you

Se há peça que me vai acompanhar a vida toda é o vestido cor de rosa que tenho desde, precisamente, a altura em que criei o blog. Se me lêem desde sempre, sabem do que falo. Usar este outfit foi como voltar ao início, só que de uma forma melhorada - um upgrade. Em 2012 usava muito o vestido como camada principal. Depois, por cima, costumava colocar uma camisola mais quente para ficar aconchegada. Tinha saudades de o fazer. Foi instintivamente que juntei a camisola com o vestido e lembrei-me imediatamente da altura em que usava este vestido a toda a hora (espreitem aqui, aqui e aqui). 
É engraçado, há peças que serão sempre nossas, passe o tempo que passar, mesmo até quando ficam esquecidas durante algum tempo. 


14 de novembro de 2017

if I'm all that you desire, I promise there'll be fire

Sinto que o meu estilo está a mudar. Pode ser estranho dizer isto, porque, na verdade, é algo que está em constante mudança, ninguém tem um estilo eterno. Sinto-o porque abro o armário e não me identifico com a maior parte das coisas, que ou já são demasiado coloridas ou demasiado folclóricas para mim. Ultimamente estou mais virada para o simples e neutro. No passado sábado tinha um compromisso em Lisboa e queria ir mais clássica. Claro que o preto acabou por ser a minha salvação - mas, se repararem, estou apenas de jeans, camisola, e blazer. Acho que a paleta de cores acaba por fazer o trabalho todo por mim!

Já agora, gostava de partilhar com vocês uma novidade que me deixou feliz e que me relembra que o trabalho árduo acaba sempre por compensar. Este fim de semana vou apresentar, juntamente com um amigo, a Gala Jovem aqui da minha cidade, onde vão atuar vários talentos. É a minha primeira vez a apresentar algo, por isso vamos lá ver como corre. O nervosismo faz parte, mas vale pela experiência!

Espero que gostem do outfit!



12 de novembro de 2017

elles passent en un instant comme fanent les roses

Já posso dizer que tenho um acessório permanente favorito: a minha franja. Torna qualquer outfit muito mais parisiense. Este é um caso exemplar, especialmente. Digamos que bastam umas riscas para despoletar o Oui Oui que há dentro de nós, mas, como qualquer leitora do "How To Be a Parisien" que se prese, sabia que uma franja me fazia muita falta para me sentir plenamente francesa, tirando a parte de já não saber dizer uma frase completa em francês - esperemos que a minha professora do básico não esteja a ler isto. 
Neste dia, por acaso, o cabelo atraiçoou-me. Estava todo esticado, todo bonito, todo queque. Apanhei um pouco de humidade e pronto, já se sabe o que acontece. As mulheres sofrem, mas há coisas piores. Sobre o outfit, é apenas um conjunto simples que usei para ir para a universidade! Espero que gostem! 


Sunglasses from ZeroUV | Vintage Shirt | Jeans, Blazer and Backpack from Heaven's | Sneakers from Primark